Skip to content

Tag: image

Maldito Captcha

Hoje, em tempos de Web 2.0, com sua proposta colaborativa, milhões de pessoas literalmente se incluem em sites espahados pela internet. Facebook, twitter, Orkut, webmail, grupos de discussão, blogs e muitos outros serviços. Para garantir que seres realmente humanos fizessem parte dessas comunidades virtuais, e não zumbis hospedados em servidores obscuros, foi criado o Captcha.

O Captcha nada mais é do que uma imagem que contém alguns caracteres que devem ser digitados em um capo específico pelo usuário. O problema começa justamente na parte que cabe ao usuário. Existem vários modelos de Captcha, alguns deles bem frágeis, diga-se de passagem, alguns bem pensados e práticos. Mas existem alguns que realmente são impossíveis de serem lidos e interpretados por seres humanos. Isso faz com que uma pessoa tenha que tentar realizar um cadastro várias vezes. E às vezes é vencido pelo captcha e desite de realizar o cadastro. Observe as imagens abaixo:

          

O que aparece na 1ª? rough-anl-ready Capt? Ou rough-anel-ready Capt? Ou então rough-ancl-ready Capt?
E na 2ª JG2S5AR? JC2S52A-RI? JG2S52A-R?

Nessa muito tempo já foi perdido e a senha já foi digitada um número par de vezes. E além de tudo isso, o captcha pode ser quebrado pelos zumbis, como já foi mostrado em vários sistemas, como o do Google (Ver 1, 2). E as consequências são indesejáveis para todos: para o site, que tem seus bancos de dados e servidores infestados de usuários falsos, para o usuário, que tem que ficar lidando com fakes, como é bem comum no orkut. Por falar nisso, depois de quebrado o Captcha do Google, estão brotando fakes no Orkut de todos os cantos, como eu já comentei aqui.

Deve-se sim ter um controle para filtrar fakes das comunidades virtuais, mas o Captcha tem se mostrado ineficente, seja pela impossibilidade de decifrá-lo ou pela sua fragilidade quando quebrado.

Technorati Marcas: ,,,,
Leave a Comment