Skip to content

Tag: blog

Movimento Blog Solidário – 2: Criar um blog no WordPress.com

Na primeira postagem falei um pouco sobre o que é um blog. Resumindo: é um site com maior facilidade de publicação de conteúdo, e geralmente utiliza alguma plataforma para essa publicação. Agora vou falar um pouco sobre como criar um blog utilizando o WordPress.com, que se não for a plataforma mais utilizada está caminhando para isso.

criar o blog

Criar um blog no WordPress.com é muito simples. Basta digitar no seu navegador o endereço: www.wordpress.com e seguir os seguintes passos:

1. Clique em “Cadastre-se”

2. Preencha o formulário com seus dados, e clique em “Proximo”. Não esquecer de marcar a opção “Me dá um blog!”

3 Comments

Movimento Blog Voluntário – 1: O que é um blog

Para inaugurar a série de posts que publicarei pelo Movimento Blog Solidário, vou explicar um pouco sobre o que é um blog e algumas características de alguns tipos diferentes de blog. Se a leitura ficar muito chata, pode passar para o próximo capítulo, mas é recomendável entender um pouco como as coisas funcionam antes de criar seu próprio blog.

o que é

Um blog é um site na internet onde o autor pode adicionar conteúdo de forma muito mais simples que em sites convencionais ou que utilizem serviços de CMS. Além disso, os comentários dos leitores fazem do blog um espaço para a discussão de idéias em um ambiente muito mais interativo que os antigos fóruns. O blog também pode ser usado como uma forma de gerar alguma renda, através de propagandas veiculadas em suas páginas.

Uma característica muito importante dos blogs é a enorme ligação entre eles feita através dos links, que faz com que um conjunto de blogs interconectados formem a blogosfera.

tipos

Existem vários tipos de blog, mas eles, na maioria dos casos podem ser classificados como pessoais, colaborativos ou

1 Comment

Plugin Statpress para WordPress

Para quem usa o serviço de blog WordPress.com, as estatísticas de visitação do blog podem ser facilmente conferidas através de uma seção no próprio painel de controle. Quando migrei do WordPress.com (WP.com) para uma instalação em servidor da versão 2.3 do WordPress.org (WP.org), notei que tal seção não existia. Começou assim a busca por um plugin de simples instalação e eficiente. Foi aí que encontrei o Statpress. Abaixo segue uma imagem do plugin em uso:

statpress

O plugin a princípio cumpre muito bem o que se espera: contar o número de visitas ao site. Mas a contagem é muito mais precisa que a feita pelo serviço do WP.com, que conta as vistas a cada página como uma visita nova ao site. Já o Statpress faz a contagem separada de vistas e pageviews (páginas visitadas), além de contar separadamente os spyders (robôs indexadores dos mecanismos de busca) e as visitas ao seu feed RSS. Assim as estatísticas são bem mais refinadas. Há também uma seção Details, onde é possível ter acesso a informações ainda mais detalhadas, como páginas mais visitadas, dias com mais visitas, países de origem, de onde vieram seus links, entre outros detalhes.

Para maiores informações e download do Statpress, clique aqui.

3 Comments

Não ao riscado!

exclamacao

Depois de responder ao tópico “Não, beta não, por favor!” no fórum do site Meio Bit, falei sobre a responsabilidade que o google se omite de adiquirir ao lançar produtos cuja fase beta nunca acaba.

Depois andei pensando sobre o assunto das responsabilidades, e ví que estou entrando numa fase de reconhecimento das minhas. Nada mais de Evzen Fetisov daqui para a frente. Agora é Victor Franco. Até criei um outro e-mail, com meu nome de verdade, sem o ‘cc’ no Franco. Mudei meu blog também para um com o meu nome, ao invés do nick Evzen.

Além desse reconhecimento do vínculo da pessoa real com a virtual, também resolvi que não usaria mais o riscado riscado, ou tachado, nos meus posts. Acredito que tudo que se escreva ou fale tem seu peso e aquele que usou a palavra tem que dela ser pai. Assim, se quiser chamar alguém de burro, escreverei burro, ao invés de burro mal informado, por exemplo. E também saberei defender a opinião que manifestei, seja ela com quem for.

Acredito que isso é muito importante, para uma maior transparência nas relações interpessoais, caso contrário, o riscado seria para os meus post’s o mesmo que o nome beta é para o Google, apenas uma fuga da responsabilidade.

victor_b

Leave a Comment

Olá Mundo!

Agora criei um blog mais pessoal, intimista. Este, ao contrário do http://evzen.vox.com que tem um perfil de jornalismo sarcástico e livre de responsabilidades editoriais, virá a ser o espaço onde serão exprimidas as opiniões mais pessoais. Aquelas do bate-papo.

Começo o blog com um post sobre a cidade onde nasci e cresci, e onde vivo até hoje. Esta cidade da terra vermelha, do lindo pôr do sol, das largas avendias, e dos seu peculiares problemas. Posto sobre essa cidade que possui uma vida além da praça dos três poderes e da esplanada dos ministérios. A cidade que a globo não noticia, pois só noticia a bolha do poder. Sim, essa cidade tem vida aos fins de semana! Sim, essa cidade tem um rico patrimônio cultural, apesar de ser tão nova. Sim, as pessoas gostam de morar em Brasília e suas cidades satélite e têm orgulho de morar nessa cidade.

E para aqueles que assistem todos os dias na tv: tiros e balas perdidas no Rio de Janeiro no Jornal das 8 e cidade maravilhosa com sua burguesia alegre e sorridente na novela das 9; por que não conhecer outros lugares no centro-oeste, com sua rica cultura? Ou sobre o nordeste, com sua história centenária? Ou o norte com seu regionalismo exacerbado? Ou o Sul com sua orgulhosa cultura?

O Brasil é um país incrível, e não é aceitável que se venda uma imagem de que seu único lugar pensante seja o Rio. Chega desse monopólio! Não tenho nada contra a cidade, mas sim contra o modo como a vendem.

assinatura digital

Leave a Comment