Skip to content

Victor Franco Posts

Um Pouco de Excel – P2: O PROCV

Procv. Esta função, que para muita gente parece uma mistura de bicho-de-sete-cabeças com Oráculo (não confundir com Oracle), no fundo é bastante simples, e pode facilitar bastante nosso trabalho.

Há quase 2 anos atrás, criei um post sobre Excel, e a ideia seria continuar escrevendo regularmente algumas dicas de quem passa horas e horas trabalhando neste programa de linhas e colunas. O fato é que nesse tempo, tempo é o que mais vem faltando, e por isso demorei tanto a falar no assunto.

Chega de conversa. Vamos trabalhar um pouco. Nosso objetivo hoje será criar uma planilha em que digitamos uma data em uma célula qualquer e ela nos retorna o valor do Dólar Comercial para aquela data. Vou tentar ser o mais detalhado possível.

Para começar, crie uma nova pasta de trabalho no Excel. Em seguida, vamos digitar as informações da cotação do dólar, começando pela célula B2, com as datas uma abaixo da outra na coluna B e as cotações ao lado da respectiva data, na coluna C:

Cotacao dolar

Aqui começa a primeira regra a ser seguida quando se vai utilizar o PROCV: os valores em que vamos procurar o que queremos devem sempre estar à esquerda dos valores que queremos retornar. SEMPRE!

Depois disso, vamos pintar a célula E2 de amarelo, apenas para destacá-la. É nela que vamos colocar a data que queremos retornar a cotação. Feito isso, vamos começar a escrever a fórmula, ma célula F2, que é onde será retornada a cotação do dólar para o dia que escrevermos na célula E2.

O PROCV é dividido em 4 partes: o que procuramos, onde procuramos, que valor retornar, e a precisão. No nosso caso, a precisão vai ser exata, ou seja, a fórmula só nos retorna resultado se exatamente o que procuramos for encontrado.

Com a célula F2 selecionada, digite:

=procv(E2;$B$2:$C:$8;2;0)

Explicando: o “=procv(” indica a função que vamos utilizar é a PROCV. os parâmetros da função, separados por ; são, respectivamente:

  • E2 – a célula que contém o valor que vamos procurar. O VALOR que está dentro da célula. Se nela há uma fórmula que retorna um valor, o que vai ser procurado vai ser este VALOR.
  • $B$2:$C$8 –  onde está a tabela com os dados. Aqui está o pulo do gato do PROCV, pois a fórmula só procura valores na primeira coluna. Então, se o valor que você procura está na segunda coluna, você não vai conseguir encontrá-lo com um PROCV simples. Outro detalhe SUPER importante é bloquear o intervalo para não se mover com as linhas ou colunas caso a fórmula seja arrastada. Se o valor que você procurar estiver em uma posição na lista menor que o número de células arrastadas para baixo, ele não será encontrado. Se arrastar para o lado, a primeira coluna deixará de ser a que contêm o valor que se procura. Então, SEMPRE bloqueie as células do intervalo.
  • 2 – Número da coluna do intervalo da qual queremos retornar o valor. Aqui entra a mecânica do PROCV: dizemos um valor, ele procura na primeira coluna de uma tabela, e quando encontra, retorna a coluna que pedimos na mesma linha.
  • 0 – Correspondência exata: só retorna o valor caso se encontre EXATAMENTE o que procuramos. Se tiver um espaço a mais, já era.

Dê enter.

Nossa planilha deve ficar assim:

Procv

O valor retornado é um erro, mas porque estamos procurando “vazio”, que é o resultado que temos na célula amarela (E2). Agora, digite uma data da tabela na célula amarela, e veja o resultado:

Procv2

Na célula F2, o resultado da fórmula foi o a cotação do dólar no dia escolhido. Tente mudar a data e veja o resultado. Coloque uma data que não está na tabela, e vamos ter o mesmo erro que tivemos com a célula amarela “vazia”. Isso é porque o PROCV retorna um erro quando ele não encontra o valor que pedimos na primeira coluna da tabela. Há algumas formas de tornar este erro mais apresentável, mas sobre isso falarei em um outro post.

É isso, pessoal! Muito complicado? Com um pouco de prática, os PROCV’s começam a ser mentais, fácil, fácil.

Espero ter ajudado! Se quiser, pode fazer o download do arquivo que preparamos aqui: procv.xls.

4 Comments

Feliz Dia das Mães

Há algum tempo não escrevo por aqui. Hoje não vou escrever muito, ainda, mas não podia deixar passar em branco o dia em que se comemora as mulheres mais fortes, corajosas e cheias de amor do mundo: as mães.

FELIZ DIA DAS MÃES!!!

 

Foto: georgereyes

Leave a Comment

Vote Fulano de Tal (ou o Candidato do Bairro)

Eleições sempre nos trazem uma novidade criada durante os 4 anos (ou 2 se você não estiver no DF) entre um pleito e outro. Este ano além da propaganda política dupla sertaneja (2 candidatos pedindo voto juntos) chama a atenção o número de candidatos desconhecidos que aparecem falando o número em minguados segundos. São os candidatos do bairro, da rua, da esquina, ou seja: aquele seu conhecido (ou conhecido de um conhecido).

No Brasil, as eleições para os cargos legislativos, seja Deputado Distrital (ou Estadual), Vereador ou Deputado Federal são chamadas de proporcionais, exceto para Senadores. Funciona mais ou menos assim: você vota no candidato Fulano de Tal do Partido da Renovação Política Brasileira (PRPB), mas seu voto não foi necessariamente para o ilustre Fulano de Tal. Primeiramente seu voto foi para o PRPB, que somados os votos de todos os seus candidatos vai ocupar um determinado número de cadeiras naquele cargo. Depois disso é que os candidatos do PRPB vão ser classificados de acordo com o número de votos que receberam individualmente e o Fulano de Tal tem a chance de ocupar uma das vagas do partido.

Aqui vem o pulo do gato! Os partidos estão abrindo vagas para candidaturas de pessoas sem nenhuma expressão ou trajetória política de olho nos votos que a vizinhança daquele candidato pode trazer para a legenda. Você pode não querer votar naquele candidato picareta que foi pego com a mão no maço de dinheiro, mas que mal tem em votar naquele seu vizinho da rua de baixo, ou naquele cara que joga a pelada de quinta com você? Afinal, eles estão perto da sua realidade, conhecem seus problemas, e tem mais chances de, se eleitos, fazer algo pela vizinhança, não é? NÃO!

Essas pessoas só serão eleitas com muita, mas MUITA sorte. Mas o voto que você deu para o Fulano de Tal, que é do mesmo partido do picareta que você não votaria nem pintado de ouro, ajudou a eleger quem você não votou, porque ele foi para a legenda, e no final das contas o picareta tem muito mais visibilidade e votos que o cara que só o seu bairro conhece.

Portanto, nestas eleições tenha muito cuidado com as suas escolhas, e saiba que, mesmo sem votar neles, você pode estar ajudando a eleger aquela corja que depois você vai ficar se perguntando como teve gente que votou nessas pessoas. Fica a dica!

Foto: scragz

1 Comment

New Toy: Sony Bravia KDL-32EX305

Essa semana recebi um presentinho que me proporcionei. Trata-se da incrível TV LCD Sony Bravia KDL-32EX305. Vejam a elegância da criança:

Ela tem 32 polegadas, resolução de 1.366 x 768 pixels, 4 entradas HDMI, entrada USB para reprodução de vídeos, músicas e fotos, entrada de rede Ethernet, conversor de TV digital integrado, e mais um monte de coisas.

Mas isso é só uma sopa de letrinhas e especificações que se não forem bem aproveitadas não servem de nada, não é mesmo? O que importa é a TV funcionando. Então vamos lá!

Minha TV chegou na última quarta-feira durante o dia, e como eu estava no trabalho, e depois saí com o pessoal do trabalho para um happy-hour, só consegui iniciar a montagem por volta das 22:30. Posso dizer que foi uma das coisas mais simples que eu já fiz na vida. Para montar a base é só seguir o desenho que vem junto: fixar 4 parafusos, encaixar um acabamento que esconde a estrutura de sustentação em metal, colocar a TV na base (com a ajuda do meu pai), fixar mais 4 parafusos e pronto! Depois é só ligar os cabos (eu liguei o cabo da antena e o cabo de rede, que já estavam preparados), ligar a TV na tomada e apertar o botão de liga no controle remoto (depois de colocar as pilhas no controle remoto, claro!).

Não vou perder muito tempo com as configurações iniciais, basta saber que é tudo bem explicado na tela da TV, e que os canais já são programados nessa fase, tanto os analógicos quanto os digitais. Aqui em casa foram encontrados os 6 canais digitais disponíveis em Brasília: TV Brasil HD, Band HD, Record HD, Globo HD, SBT HD e TV Justiça HD. Uma pena não termos a RedeTV! HD aqui ainda. O horário, como na todas das TV’s com conversor integrado que eu vi, pode ser ajustado automaticamente.

Hora de finalmente usar a TV para aquilo que ela se propõe: assitir! Primeiro coloquei na Globo HD, para ver o jogo que estava passando (Grêmio x Vasco, num lameiro só). Aí eu ví nas informações que ela mostra quando se troca de canal que o sinal vinha da antena, que a resolução da transmissão era 1080i em 16:9, a hora (22:55), o programa que estava sendo exibido (Futebol 2010), E UMA FAIXA PRETA DE CADA LADO DA TELA! Aí eu pensei que tinha que configurar alguma coisa…

Procurei no manual dela (i-manual, na tela da TV. No papel mesmo só as instruções de montagem e aquelas soluções para alguns problemas) e nada de encontrar alguma coisa sobre selecionar a resolução da transmissão. Comecei então a fuçar no menu dela (falo mais sobre ele depois) e encontrei uma seção em que a imagem é ajustada para 16:9 automaticamente quando a transmissão for 4:3, ativei e… Nada! Coloquei na Band HD e a maldita faixa preta de cada lado estava lá de novo. Aí eu usei um recurso que ela possui de ajustar a imagem pra sumir com a faixa preta (chamado wide zoom), ao apertar o botão wide no controle.

Eu já estava desapontado! Poxa vida, minha TV novinha, que eu escolhi a dedo na Internet, não mostra o jogo em 16:9, mesmo com a transmissão em 16:9… Mudei de canal para a Record HD, que estava exibindo o filme do Hulk e… Imagem 16:9!!! Tela inteiramente preenchida, com uma qualidade incrível: aqui eu vi que o Bravia Engine 3 realmente faz diferença! Estava passando uma cena que se passava em um campo gramado, e que verde incrível! Que cores são aquelas! Realmente faz diferença, as cores, os contrastes, os pretos que não são lavados (como desdenham das telas LCD os donos das telas de Plasma). Aí eu descobri que aquelas faixas pretas não são defeito da TV, e sim das emissoras, que transmitem futebol em 4:3, sei lá em que resolução, e colocam no canal HD. Que vergonha!

Aí resolvi testar um recurso que me encheu os olhos e foi um diferencial na hora da compra: o Bravia Internet Video. Com ele, é possível assistir vídeos em diversos canais da Internet diretamente da TV: YouTube, DailyMotion, entre vários, com destaque também para o iG, que mostra que houve um cuidado em acrescentar conteúdo nacional nas opções). Testei o YouTube. O canal é o que me parece mais trabalhado, sendo possível fazer login na sua conta, assistir seus próprios vídeos, os favoritos, listas de reprodução. Os vídeos carregam rápido na minha conexão de 2Mbps da Oi, e rodam sem engasgar nem ficar parado esperando durante o streaming. Pensei em gravar um vídeo sobre o funcionamento, mas prefiro indicar um link da própria Sony que mostra como funciona o recurso, é exatamente desse jeito: clique aqui para ver. Também é possível ver as fotos no Picasa, mas isso eu não testei ainda. Show de bola, realmente!

E para ver como os recursos são realmente bem aproveitados (ao contrário do acelerômetro do N95), a atualização do software da TV é feito enquanto ela está no stand-by, automaticamente.

Ontem também testei o recurso de assistir vídeos através da USB. Conectei meu Nokia 5530 no modo de transferência de arquivos e assisti o filme The Godfather I, em HD. Perfeitos também, som e imagem. Músicas também podem ser ouvidas, com ótima qualidade também. Não testei as fotos. É interessante ver como a tecnologia transforma as coisas: antes uma TV servia para ver TV, ou conectar um aparelho externo e ver filmes. Agora temos a possibilidade de assistir TV, ver os conteúdos que vem através dos equipamentos externos, mas também acessar conteúdo via USB, rede doméstica e até via Internet. Falamos em atualização de software, algo simplesmente inexistente nas TV’s de 5 anos atrás.

Pensei por algum tempo em comprar uma TV Full-HD da Samsung ou LG, como minha tia que comprou uma. Depois de ler um pouco sobre isso na Internet, e comprovar, posso dizer que minha TV não perde em nada para a dela no quesito resolução. A diferença que existe não é perceptível ao olho humano, e ninguém assiste TV com lupa. Então se você tem dúvidas entre comprar uma TV HD ou Full HD de 32 polegadas, compre a HD, que provavelmente será mais barata, e gaste a diferença com outra coisa.

Acho que o post ficou um pouco longo, mas eu queria falar um pouco sobre os diferenciais da Bravia KDL-32EX305. Esta TV realmente me surpreendeu muito positivamente, e olhem que eu já esperava muito de uma Bravia. A interface gráfica do software dela é bastante sóbrio e elegante, sem perder a beleza. É muito fácil acessar os recursos e configurações, a imagem tem uma qualidade surpreendente. Os recursos da Internet que podem ser acessados diretamente da TV são um diferencial e tanto. Posso estar completamente errado, mas acho que no futuro pode-se até ter uma atualização que permita que os recursos de interatividade de verdade na TV aberta digital possam ser utilizados através dessa conexão de rede. Se você está pensando em comprar uma TV LCD, pense com carinho nesse modelo. Realmente não desaponta em nada.

Como faz meu amigo Hungry Goat, vou fazer uma pequena avaliação:

Design: 10 (Há quem não goste do Black Piano, para mim é bonito).
Imagem: 10
Som: 9 (Depois das novas LG Scarlet vai ser difícil dar 10 em outras TV’s)
Facilidade de uso: 10 (a interface aqui realmente faz diferença)
Recursos: 10 (Os recursos da Internet são um diferencial e tanto)

Nota final: 9,8

Preço: $$$$ (Custa um pouquinho mais que a maioria das LG e Samsung com conversor integrado, mas vale MUITO a pena)

12 Comments

Quartas de Final: Brasil x Holanda

Torcedores da Seleção Canarinho! Ontem o Brasil resolveu dar uma amostra do seu futebol e goleou o Chile por 3×0, colando um adesivo de “FREGUÊS” na testa do Argentino Marcelo Bielsa, técnico da Seleção Tripinha. E vamos combinar: ganhar de argentino é sempre bom!

Mas agora a brincadeira na Copa do Mundo fica muito mais séria. Já nas quartas de final, dois jogos que poderiam ser facilmente finais de Copa: Argentina x Alemanha e Brasil x Holanda. Dois jogos históricos! A Holanda, como sempre será um adversário bastante complicado, como foi em 1994 e 1998. Espero que os desfechos dos jogos sejam os mesmos: Brasil classificado!

E para não perder o hábito, mais uma enquete, no mesmo modelo da anterior: é só responder se VAI DAR BRASIL OU HOLANDA NAS QUARTAS DE FINAL DA COPA?

A enquete vai ficar aberta até sexta-feira (2/7) 10:59, um minuto antes do início previsto do jogão.

[poll id=”2″]

11 Comments

Copa 2010: Brasil x Chile

Brasil x Chile

Copa do Mundo, Oitavas de Final, Brasil x Chile. Parece simples, não é mesmo? Mas todos nós sabemos que não é, seja pela caixinha de surpresas que é o futebol (e talvez por isso seja tão amado), seja pela caixinha de surpresas que é a Seleção Brasileira. A Seleção Canarinho começou a Copa com um futebol burocrático contra a fraquinha Coréia do Norte, jogou bem contra a constelação cadente da Costa do Marfim e no último jogo, contra os portugueses (e alguns brasileiros também), o Brasil pareceu um time medroso. Mas bem ou mal, o objetivo foi alcançado: nos classificamos no 1º lugar do grupo.

Agora a coisa fica séria, e não é mais permitido errar (a não ser que você seja árbitro). Já deram adeus à África do Sul os Estados Unidos, Coréia do Sul e a sempre favorita e nunca vitoriosa Inglaterra. A Argentina está ganhando ganhou do México, e amanhã é dia de Holanda x Eslováquia e o mais importante: Brasil e Chile.

Para não perder a tradição, lancei mais uma enquete. Esta não tem muita frescura: é só votar em quem vai se classificar – Brasil ou Chile.

Vamos deixar a desconfiança com a Seleção e torcer muito amanhã!

2 Comments