Skip to content

Democracia ou Casa da Mãe Joana?

Meus conhecimentos matemáticos me levam a buscar definições antes de se tirar determinadas conclusões. Então, vamos começar o raciocínio de hoje com duas definições retiradas do Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa:

Democracia: 1 governo do povo; governo em que o povo exerce a soberania 2 sistema político cujas ações atendem aos interesses populares 3 governo no qual o povo toma as decisões importantes a respeito das políticas públicas, não de forma ocasional ou circunstancial, mas segundo princípios permanentes de legalidade (…)

Casa-da-Mãe-Joana: mq cu-de-mãe-joana: lugar ou situação em que cada um faz o que quer, onde imperam a desordem, a desorganização; casa-da-mãe-joana, casa-de-mãe-joana.

Red Light

É importante ainda lembrar da invasão de uma fazenda do Grupo Cutrale, em que foram destruídos milhares de pés de laranja e dezenas de máquinas, por parte do Movimento dos Sem Terra, MST. Os integrantes do movimento não cansam de afirmar que lutam por distribuição de terras aos trabalhadores rurais, produzir alimentos para o povo brasileiro, etc. Lógico que eles defendem cegamente os atos praticados por seus integrantes, e claro atacam radicalmente o capitalismo e o capital privado.

Mas isso é direito de todos eles, assegurado pela Constituição. O que preocupa é ver integrantes do Poder apoiar episódios como os que aconteceram na fazenda da Cutrale. No site Terra Magazine, foi publicada uma entrevista ao Deputado Federal Emiliano José (PT-BA). Nela o Deputado mostra como o discurso de uma esquerda atrasada ainda se mostra muito presente na nossa política. Na entrevista, ele diz que não vai iria analisar o episódio da Cutrale, porque não estava presente no momento da invasão. Nem poderia, já que o gabinete dele fica bastante distante de qualquer fazenda.

Na verdade, é conveniente para ele não ter que comentar os absurdos que foram cometidos. Após escorregar por esse assunto, ele disse que a tentativa de instalação de uma CPMI para investigar o MST é um movimento da Casa Grande, que se materializa no PSDB e no DEM. Muito conveniente também desfigurar qualquer movimentação no sentido da investigação em simples lutas partidárias, ou em lutas de classes.

Na sequência, ele afirma que as ações radicais são próprios de movimentos de movimentos como o MST, e que a gravidade dos problemas fundiários do Brasil pedem esse tipo de ações. Também fala d’a importância do MST  para a vida brasileira’.

O pensamento do Deputado se assemelha bastante daquele que Hugo Chávez esbraveja pelo mundo afora, onde os EUA são o demônio e o povo Venezuelano revolucionários em busca da libertação. Em troca disso, eles não podem sequer viajar a outros países e levar seu próprio dinheiro, da forma como bem entendem. É a ditadura em troca da libertação. Paradoxal.

O MST, como vocês sabem, não é uma pessoa jurídica. Não existe CNPJ para o MST. Não existe um MST para se processar. O que se faz, no máximo, é processar alguns de seus líderes. Ora, eu sou plenamente coinstar center Coinstar Money Transfer, Information About Chidoo ventures retail
responsável por meus atos desde que fiz 18 anos. Se eu derrubar o muro do vizinho e não reparar os danos, ele tem direito de me processar e exigir seus direitos, ainda que eu alegue que o terreno dele é maior que o meu.

E o discurso de coitadinhos do MST também não convence mais ninguém. Ora, claro que existem pessoas sem terra para cultivar, e que realmente desejam cultivá-la. Mas não são maioria. O que acontece em vários casos, e que já foi fartamente noticiado, é a venda de terras por assentados, que voltam a invadir e pedir por terras novamente.

Eles também se esquecem que é possível sim vencer na vida sem ter nascido na Casa Grande, como o Deputado chamou a elite brasileira. Não faltam exemplos, mas vou citar exemplos de milionários, mas o da minha família, tanto por parte de pai quanto de mãe, que saíram de grande pobreza a uma vida que se pode considerar confortável. Isso foi conquistado em uma época em que não havia Bolsa Família, mas em que as pessoas trabalhavam muito para sobreviver.

E se hoje eu posso escrever este post com um notebook no colo, é porque também trabalho bastante para isso. Também sei o que é injustiça, e como injustiças podem adiar sonhos. Mas nem por isso saio por aí agindo como um bárbaro. O MST não pensa assim. Eles pensam que porque são um “movimento popular” tem o direito de ser acima das leis do nosso país. Eles abstraem o conceito de Democracia para o conceito de Casa da Mãe Joana. Para eles, a legalidade é coisa da Casa Grande, então não deve ser considerada.

Se me perguntarem o que acho do MST, vou responder que tem que ser reprimido, pois não fariam favor maior ao país se deixassem de existir. Destruir propriedades que produzem riquezas ao país e que geram empregos não é atitude de nada que se diga democrático, pois não respeita as leis nem a própria Nação.

Fonte: Terra Magazine e Folha Online

Foto: respres

3 Comments

  1. Daniel Scalabrini Daniel Scalabrini

    Ei! Cabra safado! Lendo os teus posts parece até que eu estou te ouvindo, como antigamente quando vc rodopiava segurando com as mãos na proteção dos corredores do colégio dom bosco! e ainda dizia assim: energia pontencial sendo convertida em energia cinética! auhaiuahiahahia lembra?

    • Victor Franco Victor Franco

      E aí cabra!!! Bons tempos aqueles heim! Mas falando assim, que eu andava rodopiando, parece meio gay, não???
      KKKKKKKKKK
      Num some não velho!
      Abração!

Deixe uma resposta