Skip to content

Categoria: Tecnologia

Como Ativar o Recurso “Não Perturbe” no iOS 6 (iPhone)

Lançado para o público em geral na última quarta-feira (19/09), o iOS 6 trouxe mais de 200 novidades, algumas polêmicas, como o novo aplicativo de mapas, outras que por enquanto não chegarão a nós, brasileiros e outros bastante legais, como o recurso para fotos panorâmicas e o recurso “Não Perturbe”, disponível para iPhones.

Para quem possui alguns contatos mais baladeiros que adoram te ligar no meio da madrugada, o “Não Perturbe” permite que você não seja incomodado enquanto ele estiver ativado, a não ser por contatos selecionados, permitindo também a ativação automática em horários específicos. É mais vantajoso que colocar o telefone no silencioso, pois evita que sejam perdidas ligações realmente importantes. Vamos ver como ativá-lo.

1. Acesse a “Ajustes” na tela inicial:

2. Para ativar de forma manual, basta deslizar o controle referente à opção “Não Perturbe”:

3. Caso deseje configurar algo, acesse a opção “Notificações”:

4. Se desejar especificar um determinado horário para que o telefone entre automaticamente no modo “Não Perturbe”, deslize o controle da opção “Programado”:

5. Para editar os horários de início e término do modo programado, selecione a área com os horários das e às:

6. Ajuste os horários através dos controles:

7. Na opção “Permitir Ligações De”, você pode escolher por receber as ligações de todos, de ninguém, dos seus contatos favoritos ou de um determinado grupo de contatos.

 

8. Outra opção bacana é a opção de receber chamadas mesmo quando no modo “Não Perturbe”, nos casos em que um contato disque 2 ou mais vezes no num prazo de 3 minutos (mas cuidado com os baladeiros insistentes):

É isso! Um recurso simples mas muito bem vindo! Espero ter ajudado.

5 Comments

Any Video Converter: Como corrigir os erros de sincronismo de áudio e vídeo, velocidade do vídeo e conversão incompleta

Depois de centenas de comentários recebidos no post sobre o Any Video Converter, conversor grátis que indiquei em 2008 e de longe o que mais recebe visitas no blog, resolvi publicar este post com informações retiradas da página de FAQ do desenvolvedor do software. Elas nos dão opções de resolver os três maiores problemas que vi serem relatados aqui.

1. Sincronismo de Áudio e Vídeo

A primeira e mais simples opção é mudar a opção de A/V Sync na guia de opções de áudio de Basic para Default. A imagem abaixo foi retirada da versão para OS X, mas no Windows ela está igual:

A segunda opção é clicar em Opções > Editar > Vídeo e, na seção Sincronismo de A/V alterar o valor para um mais alto. Quanto mais alto o valor, mais apurado será o sincronismo, mas com isso maior será o tempo de conversão. Abaixo uma imagem (retirada do site do desenvolvedor):


Fonte: AVC Audio/Video FAQs

2. Velocidade do Vídeo

Outro problema que tem aparecido com certa frequência está relacionado com a velocidade do vídeo, que fica muito mais rápida que o original. Para corrigir este problema, tente marcar a opção “Evitar Conversão Incompleta” no menu Editar > Opções > Avançado.

Se ainda assim não resolver, ainda em Editar > Opções > Avançado, em “Additional MEncoder options”, digite o comando –speed x, onde x é o resultado da divisão do tempo de duração do vídeo convertido pela duração do vídeo original. Por exemplo, se o vídeo convertido tem 15 segundos e o original tem 30 segundos de duração, o valor de x é 30/60 = 0,5.

3. Conversão Incompleta

Segundo o desenvolvedor, este problema pode ser causado por algum quadro defeituoso no vídeo original. Uma das soluções indicadas é marcar a opção “Evitar Conversão Incompleta” no menu Editar > Opções > Avançado, assim como no problema de velocidade do vídeo.

Outra opção recomendada é ajustar as configurações de taxa de bits de áudio e de vídeo para que correspondam aos do arquivo original.

 

Fiz uma pequena tradução das soluções apontadas pelo próprio desenvolvedor do Any Video Converter, com base nos comentários que venho recebendo nos últimos tempos com dúvidas dos leitores sobre como resolver os problemas descritos. Espero que tenha ajudado!

Fonte: Any Video Converter Audio/Video FAQs

19 Comments

[CUIDADO] Email falso em nome dos Correios

Está circulando um email enviado em nome dos correios, supostamente notificando os destinatários sobre encomendas que ficaram retidas nas agências em decorrência da greve dos servidores da empresa, que ocorreu no ano passado.

Muito cuidado, pois este email é falso e não foi enviado pelos Correios. O endereço do remetente é aviso[a]correios.net.br. Reparem que os Correios utilizam os domínios .com.br e .gov.br. Além disso, quem já enviou uma carta ou encomenda pelos Correios sabe o email do destinatário não é cadastrado no momento da postagem, como eles descobririam para enviar a notificação?

Além disso, o texto está repleto de erros de Português, especialmente os de concordância nominal. Não sou nem de perto expert no assunto, mas é nítido que o texto não foi escrito por ninguém que tenha como atribuição redigir textos oficiais.

Veja abaixo uma imagem do falso email. Lembre-se, caso receba um desses, não clique em nenhum link (nesse tem 2), pois eles podem levar sites maliciosos e seu computador pode vir a ser infectado por um vírus, cavalo-de-tróia, etc…


Email Falso. Nunca clique nos links.

Leave a Comment

Smart Converter: Conversor de Vídeos “facim, facim” para OS X

Converter vídeos muitas vezes pode não ser uma tarefa muito simples. Além da grande variedade de formatos existentes, saber lidar com uma tonelada de codecs específicos de audio e video, formato de telas taxas de bits não são tarefas simples para quem quer simplesmente converter um vídeo para ouvir no gadget, seja ele im iPad, iPhone, iPod, ou até mesmo na TV  ou no celular ou tablet com Android.

O Smart Converter faz muito bem este papel, se você se encaixa no perfil daqueles que só querem que as coisas funcionem. Se é daqueles que adora alterar alguma configuração, taxa de bits, codecs de audio e vídeo, pode parar por aqui. o Smart não oferece estas opções.

Na verdade, ele não oferece opções de configurações. Nenhuma. Apenas se escolhe em qual dispositivo se quer assistir o vídeo, ou apenas o áudio, em MP3 ou AAC. E é justamente por isso que o programa é uma ótima pedida para quem se perde com estas coisas. Mas não é só por isso que seu nome começa com Smart. O programa analisa as características do vídeo e converte apenas o que precisa do áudio e vídeo, assim a velocidade de conversão consegue ser reduzida caso não seja necessário converter algum dos dois, ou até mesmo os dois.

Em 2009 eu havia escrito um post em que se mostra como converter vídeos no QuickTime X para assistí-los no iPod/iPhone, na Apple TV, ou mesmo no computador. Se a ideia é converter os vídeos para algum dos “i” da Apple, o QuickTime X continua sendo uma boa opção. Atende muito bem e é parte do OS X.

Mas se o que se deseja é converter para uso em outros gadgets, como os equipados com Android, PSP’s, TV’s Sony Bravia, XBOX 360, Google TV, etc, ou extrair o áudio em AAC ou MP3, sem ter que se preocupar com absolutamente nada da sopa de letrinhas de formatos e codecs, dê uma chance ao Smart Converter. Ele é grátis, e pode ser obtido na Mac App Store.

O funcionamento é super simples: basta arrastar o vídeo desejado para a janela do programa, escolher a opção de conversão e clicar em Convert. Do restante o programa se encarrega, inclusive de adicionar o que foi convertido à biblioteca do iTunes, caso a escolha tenha sido por um iGadget.

No quesito velocidade, se for o caso de troca apenas de formato, sem conversão de vídeo ou áudio (fastest), o software é realmente rápido. Em um teste, ele demorou 4s para converter um vídeo de 4 min, enquanto o QuickTime X demorou mais de 10 minutos (convertendo para Apple TV). Mas se for o caso de conversão de vídeo, aí o jogo se inverte. Convertendo o mesmo vídeo para iPod/iPhone, o Smart Converter levou 11 minutos, enquanto o QuickTime X levou 5 min.

O Smart é um programa bastante honesto pelo preço que é cobrado, $0, especialmente se você não quer quebrar a cabeça, mas tem lá suas limitações. Poucos dispositivos para escolher e velocidade de conversão são os principais, enquanto a falta de opção de conversão de vários arquivos em fila vai ser suprida com uma versão paga, que não sei se valerá o investimento. Mas vale a pena testar!

1 Comment

New Toy: Sony Bravia KDL-32EX305

Essa semana recebi um presentinho que me proporcionei. Trata-se da incrível TV LCD Sony Bravia KDL-32EX305. Vejam a elegância da criança:

Ela tem 32 polegadas, resolução de 1.366 x 768 pixels, 4 entradas HDMI, entrada USB para reprodução de vídeos, músicas e fotos, entrada de rede Ethernet, conversor de TV digital integrado, e mais um monte de coisas.

Mas isso é só uma sopa de letrinhas e especificações que se não forem bem aproveitadas não servem de nada, não é mesmo? O que importa é a TV funcionando. Então vamos lá!

Minha TV chegou na última quarta-feira durante o dia, e como eu estava no trabalho, e depois saí com o pessoal do trabalho para um happy-hour, só consegui iniciar a montagem por volta das 22:30. Posso dizer que foi uma das coisas mais simples que eu já fiz na vida. Para montar a base é só seguir o desenho que vem junto: fixar 4 parafusos, encaixar um acabamento que esconde a estrutura de sustentação em metal, colocar a TV na base (com a ajuda do meu pai), fixar mais 4 parafusos e pronto! Depois é só ligar os cabos (eu liguei o cabo da antena e o cabo de rede, que já estavam preparados), ligar a TV na tomada e apertar o botão de liga no controle remoto (depois de colocar as pilhas no controle remoto, claro!).

Não vou perder muito tempo com as configurações iniciais, basta saber que é tudo bem explicado na tela da TV, e que os canais já são programados nessa fase, tanto os analógicos quanto os digitais. Aqui em casa foram encontrados os 6 canais digitais disponíveis em Brasília: TV Brasil HD, Band HD, Record HD, Globo HD, SBT HD e TV Justiça HD. Uma pena não termos a RedeTV! HD aqui ainda. O horário, como na todas das TV’s com conversor integrado que eu vi, pode ser ajustado automaticamente.

Hora de finalmente usar a TV para aquilo que ela se propõe: assitir! Primeiro coloquei na Globo HD, para ver o jogo que estava passando (Grêmio x Vasco, num lameiro só). Aí eu ví nas informações que ela mostra quando se troca de canal que o sinal vinha da antena, que a resolução da transmissão era 1080i em 16:9, a hora (22:55), o programa que estava sendo exibido (Futebol 2010), E UMA FAIXA PRETA DE CADA LADO DA TELA! Aí eu pensei que tinha que configurar alguma coisa…

Procurei no manual dela (i-manual, na tela da TV. No papel mesmo só as instruções de montagem e aquelas soluções para alguns problemas) e nada de encontrar alguma coisa sobre selecionar a resolução da transmissão. Comecei então a fuçar no menu dela (falo mais sobre ele depois) e encontrei uma seção em que a imagem é ajustada para 16:9 automaticamente quando a transmissão for 4:3, ativei e… Nada! Coloquei na Band HD e a maldita faixa preta de cada lado estava lá de novo. Aí eu usei um recurso que ela possui de ajustar a imagem pra sumir com a faixa preta (chamado wide zoom), ao apertar o botão wide no controle.

Eu já estava desapontado! Poxa vida, minha TV novinha, que eu escolhi a dedo na Internet, não mostra o jogo em 16:9, mesmo com a transmissão em 16:9… Mudei de canal para a Record HD, que estava exibindo o filme do Hulk e… Imagem 16:9!!! Tela inteiramente preenchida, com uma qualidade incrível: aqui eu vi que o Bravia Engine 3 realmente faz diferença! Estava passando uma cena que se passava em um campo gramado, e que verde incrível! Que cores são aquelas! Realmente faz diferença, as cores, os contrastes, os pretos que não são lavados (como desdenham das telas LCD os donos das telas de Plasma). Aí eu descobri que aquelas faixas pretas não são defeito da TV, e sim das emissoras, que transmitem futebol em 4:3, sei lá em que resolução, e colocam no canal HD. Que vergonha!

Aí resolvi testar um recurso que me encheu os olhos e foi um diferencial na hora da compra: o Bravia Internet Video. Com ele, é possível assistir vídeos em diversos canais da Internet diretamente da TV: YouTube, DailyMotion, entre vários, com destaque também para o iG, que mostra que houve um cuidado em acrescentar conteúdo nacional nas opções). Testei o YouTube. O canal é o que me parece mais trabalhado, sendo possível fazer login na sua conta, assistir seus próprios vídeos, os favoritos, listas de reprodução. Os vídeos carregam rápido na minha conexão de 2Mbps da Oi, e rodam sem engasgar nem ficar parado esperando durante o streaming. Pensei em gravar um vídeo sobre o funcionamento, mas prefiro indicar um link da própria Sony que mostra como funciona o recurso, é exatamente desse jeito: clique aqui para ver. Também é possível ver as fotos no Picasa, mas isso eu não testei ainda. Show de bola, realmente!

E para ver como os recursos são realmente bem aproveitados (ao contrário do acelerômetro do N95), a atualização do software da TV é feito enquanto ela está no stand-by, automaticamente.

Ontem também testei o recurso de assistir vídeos através da USB. Conectei meu Nokia 5530 no modo de transferência de arquivos e assisti o filme The Godfather I, em HD. Perfeitos também, som e imagem. Músicas também podem ser ouvidas, com ótima qualidade também. Não testei as fotos. É interessante ver como a tecnologia transforma as coisas: antes uma TV servia para ver TV, ou conectar um aparelho externo e ver filmes. Agora temos a possibilidade de assistir TV, ver os conteúdos que vem através dos equipamentos externos, mas também acessar conteúdo via USB, rede doméstica e até via Internet. Falamos em atualização de software, algo simplesmente inexistente nas TV’s de 5 anos atrás.

Pensei por algum tempo em comprar uma TV Full-HD da Samsung ou LG, como minha tia que comprou uma. Depois de ler um pouco sobre isso na Internet, e comprovar, posso dizer que minha TV não perde em nada para a dela no quesito resolução. A diferença que existe não é perceptível ao olho humano, e ninguém assiste TV com lupa. Então se você tem dúvidas entre comprar uma TV HD ou Full HD de 32 polegadas, compre a HD, que provavelmente será mais barata, e gaste a diferença com outra coisa.

Acho que o post ficou um pouco longo, mas eu queria falar um pouco sobre os diferenciais da Bravia KDL-32EX305. Esta TV realmente me surpreendeu muito positivamente, e olhem que eu já esperava muito de uma Bravia. A interface gráfica do software dela é bastante sóbrio e elegante, sem perder a beleza. É muito fácil acessar os recursos e configurações, a imagem tem uma qualidade surpreendente. Os recursos da Internet que podem ser acessados diretamente da TV são um diferencial e tanto. Posso estar completamente errado, mas acho que no futuro pode-se até ter uma atualização que permita que os recursos de interatividade de verdade na TV aberta digital possam ser utilizados através dessa conexão de rede. Se você está pensando em comprar uma TV LCD, pense com carinho nesse modelo. Realmente não desaponta em nada.

Como faz meu amigo Hungry Goat, vou fazer uma pequena avaliação:

Design: 10 (Há quem não goste do Black Piano, para mim é bonito).
Imagem: 10
Som: 9 (Depois das novas LG Scarlet vai ser difícil dar 10 em outras TV’s)
Facilidade de uso: 10 (a interface aqui realmente faz diferença)
Recursos: 10 (Os recursos da Internet são um diferencial e tanto)

Nota final: 9,8

Preço: $$$$ (Custa um pouquinho mais que a maioria das LG e Samsung com conversor integrado, mas vale MUITO a pena)

12 Comments

CUIDADO! Email Falso em Nome do Google

Este post é de Utilidade Pública.

Hoje recebi um email que tenta enganar seus destinatários e fazê-los clicar em um link que direciona para uma página falsa que instrui o usuário a fazer o download do Flash Player, mas que na verdade faz o download de um arquivo malicioso chamado “Flash_Player.exe”. Vejam o email (repare bem no remetente):

Agora, vejam a página falsa de download do Flash Player para onde o email falso leva:

Mais uma vez, ESTE EMAIL E ESTA PÁGINA SÃO UM GOLPE! NÃO CLIQUE EM NENHUM LINK, PARA SUA SEGURANÇA! Só faça download o Flash Player através do site da Adobe. Se não souber qual é o site, busque por “adobe flash” no Google. Vai ser o 1º resultado.

Leave a Comment

WordPress 2.9 Lançado!

WordPress é sinônimo de blogging já faz algum tempo. A plataforma possibilitou que simples mortais que não entendem muito nem de HTML pudessem expor sua criatividade ao mundo (das mais diversas e criativas formas). O que talvez muita gente não saiba é que WordPress é software livre, não um daqueles usuais, onde um bando de nerds (no sentido pejorativo) se une e cria algo que deve ser venerado para todo o sempre como A invenção da roda.

WordPress é criado e desenvolvido por nerds inteligentes, e que usam sua inteligência para fazer A MELHOR solução para blogueiros que existe, ao contrário de dizer que meu software é melhor que o seu e você é feio. WordPress é feito pela “comunidade” na melhor assepsia da palavra. Por pessoas que aceitam que você dê seu pitaco, mesmo não sabendo compilar o Linux. Bem, vou deixar de conversa fiada e dizer logo o que de mais importante esta versão trouxe de novidade:

  • Opção de recuperar posts ou comentários excluídos acidentalmente;
  • Editor de imagens nativo: permite recortar, redimensionar, rotacionar, espelhar, etc…
  • Update de vários plugins de uma só vez;
  • Inserir vídeos in-line: permite que se insira vídeos de vários serviços de forma simples, basta colar a URL na linha desejada.

Abaixo segue um vídeo feito pelo pessoal do WordPress sobre as novidades da nova versão so serviço:

Como sempre, é recomendável que se faça um backup do seu banco de dados antes de atualizar o software.

Leave a Comment